O pó e o sopro

Sossego virou um sopro:
Um sopro de paz perdida.
Que o pó não adere à parede
da esperança adormecida.
Metade de mim é o sopro,
A outra metade é o pó
E entre o pó e o sopro
Minha vida paira só.

Anúncios



    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: